cmrmc

cmrmc

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Agenda Semanal


Programação Centro Municipal de Referência da Música Carioca - JULHO / 2015

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
(21) 3238-3831

Exposição__________________________________________
Elifas Andreato: Contornos da Música Carioca (terça-feira a domingo – 10h as 18h)
GRATUITO
A exposição pretende apresentar o envolvimento integral do artista com a música produzida no Rio de Janeiro, seus principais personagens, cenários e produtos: discos, capas de discos, cartazes, shows. Por meio de representações cenográficas, fotografias, reproduções, peças gráficas e recursos audiovisuais diversos, a mostra objetiva apresentar o processo de criação, as técnicas e histórias de parte significativa da produção do artista gráfico Elifas Andreato, que completou 50 anos de carreira em 2014. Uma série de reproduções consagradas que habitam o imaginário popular.

Clássicos Domingos_________________________________
Dia 5/07 – domingo – 11h – Metamorfoses, da Inocência para a Experiência (oboé, soprano e flauta)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Artur Ortenblad (oboé), Flávia Almeida (soprano) e Rudi Garrido (flauta) apresentam programa composto por obras para oboé solo de Benjamim Britten, oboé e canto de Ralph Vaugham Williams e oboé e flauta de Caio Senna e Marcos Lucas. O espetáculo contará com a participação da bailarina Vanessa Goes. As obras do programa aludem a mitos, onde a busca por um local e as metamorfoses simbolizam o crescimento humano. Servem como inspiração literária poemas de Ovídio, William Blake e o livro Cidades Invisíveis de Italo Calvino.

Dia 12/07 – domingo – 11h – Quinteto Lorenzo Fernandez (flauta, oboé, clarineta, trompa e fagote)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Quinteto Lorenzo Fernandez é fruto do encontro entre jovens talentosos atuantes do cenário da música de concerto da cidade do Rio de Janeiro. No repertório obras de grandes mestres, Villa-Lobos, Azael Neto, Rodrigo Marconi, Ricardo Tacuchian, Rudi Garrido, Sergio de Oliveira e Thiago Sias.

Dia 19/07 – domingo – 11h – Música de Câmara com a OSRJ (Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Sob a regência do maestro Rafael de Barros de Castro, a Orquestra vem se destacando pela grande qualidade técnica e expressiva de seus componentes. Em seu histórico constam importantes estreias de obras nacionais e internacionais, e também a participação de grandes solistas convidados nas séries de música popular brasileira como: Carlos Malta, Rildo Hora, Guinga e Leila Pinheiro. A OSRJ vem cumprindo um importante papel na divulgação da música de câmara para formações diversas, e vem inspirando compositores brasileiros a composição de novas obras.

Dia 26/07 – domingo – 11h – Gabriel Ramos (violão)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Participou ano passado do Festival do Vale do Café pela primeira vez na classe do professor Turíbio Santos. Apresentou o Prelúdio n.3 de Villa-Lobos que o impressionou bastante. Sendo então, convidado para monitor de turma neste ano. Recentemente, foi admitido na Orquestra de Violões do Forte de Copacabana, onde faz concertos mensais no forte e concertos didáticos. Recentemente gravou pela rádio Mec, o quadro "Pequenas Estrelas".
O concerto traz uma mistura de linguagens brasileira com a vertente europeia musical. Executando grandes compositores como: Bach, Villa-Lobos, Baden Powell, entre outros. Gabriel apresenta arranjos próprios das canções do repertório e algumas peças autorais.

Domingo das crianças___________________________
Dias 5 e 12/07 – domingo – 16h – CIA Mimos Brasil apresenta Histórias pra Boi Dormir
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Histórias de várias partes do mundo, enriquecidas com canções do folclore nacional, pesquisadas em regiões brasileiras e outras canções originais estão presentes no repertório do “Histórias pra Boi Dormir”, espetáculo lúdico e divertido para crianças de todas as idades.

Dias 19 e 26/07 – domingo – 16h – Bhega em Preservando o Meio Ambiente
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Bhega ganhou o apelido de embaixador da Maré em reconhecimento à sua luta por melhorias. O cantor é um cidadão carioca que sempre leva mensagens de conscientização cívica, principalmente com crianças e adolescentes. Em 2001 começou, de forma voluntária, um importante projeto no complexo da Maré. Desde esse ano, passou a frequentar salas de aulas do ensino fundamental e médio.

Dia 1/07 – quarta-feira – 9h as 11h – Estação Brincadeira / Carro-céu (Gravação – Programa da Rádio MEC)
GRATUITO
Gravação do programa carro-céu com Jujuba e Ana Nogueira. Esta atração faz parte da programação infantil “Estação Brincadeira” todos os sábados na Rádio MEC.

Dia 2/07 – quinta-feira – 19h30 – Projeto Rock S/A apresenta El Toco
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Daniel Toco (voz), Walter Primo Demiti (guitarras, baixos e teclado), Jefferson Lima (percussão), Vinicius Lima (bateria), Thiago Assis (flauta barroca).
Uma mistura entre a ousadia rock ‘n’ roll e a suavidade da MPB. É o Rock Popular Brasileiro, ou RPB, estilo classificado por Daniel Toco em seu novo projeto, intitulado UNO. Com letras próprias, sonoridade única e canções que se dividem naturalmente em dois lados, o questionador e o contemplador, o CD mistura tribos e sons. “Eu sou livre”, cantarola Toco na faixa de abertura, desprendendo todos os rótulos que o ouvinte tente colocar a cada faixa, já que UNO veio para representar a unidade essencial de tudo e de todos.

Dia 3/07 – sexta-feira – 19h30 – Mayla Hadalla
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Compositora, atriz e cantora, de musicalidade profunda, suavidade jazzística, sofisticada pela MPB e devota suprema do swing da música negra Brasileira com sensibilidade e criatividade, Mayla continua surpreendendo ao se preparar para o lançamento de “Tudo está aqui”, seu novo CD da ainda recente carreira artística, trabalho produzido por Thaizinho Costa e Fábio Fontoura.

Dia 4/07 – sábado – 19h30 – Ivan Vilela (Circuito Musical)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Compositor, arranjador, pesquisador e professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) na cadeira de viola caipira, história da música popular e percepção musical, Ivan Vilela, paralelamente à carreira de músico e instrumentista, vem contribuindo de forma incisiva para a valorização do instrumento que assumiu em 1995, bem como todo o universo que o envolve. Em 1997, quando lançou o primeiro de uma série de elogiados discos de viola, Vilela começou uma ampla pesquisa desse universo caipira, que transformou em tese de doutorado em 2007 e agora ganhou edição em livro: Cantando a própria história – Música caipira e enraizamento (Edusp).
Em disco autoral ou junto a grupos foi indicado a importantes prêmios da Música Brasileira: Prêmio IBAC de Cultura Popular Brasileira.

Dia 9/07quinta-feira – 19h30 – Projeto Rock S/A apresenta General Sagaz
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Igor Doizeme (vocal), Atyla Reis (guitarra e voz), Nathan Bruck (baixo) e Itair Siqueira (bateria)

A banda apresenta canções autorais no estilo pop, rap / hip-hop, rock.


Dia 10/07sexta-feira – 19h30 – Lu Oliveira
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No repertório clássicos da bossa-nova e composições inéditas de grandes nomes da MPB como Moacir Santos, Chico Buarque, João Donato, Paulo César Pinheiro e Djavan, e algumas pérolas dos inesquecíveis Tom Jobim, Vinicius de Moraes e Baden Powell.

Dia 11/07sábado – 19h30 – Tsubasa Imamura
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
A jovem cantora japonesa Tsubasa Imamura vem conquistando cada vez mais fãs com um repertório bem eclético, interpretando brasileiros da bossa como Astrud Gilberto e Tom Jobim, Tsubasa se inspira também em gigantes como Carole King, Joni Mitchell e Ella Fitzgerald, assim como em artistas japoneses, como NOKKO e BEGIN, para criar um estilo próprio e altamente pop.

Dia 16/07quinta-feira – 19h30 – Projeto Rock S/A apresenta Bala N'agulha
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Brutus (vocal), Rodrigo “Roud” Pinho (vocal), Átila Maia (guitarra), Léo RockSantacruz (baixo) e Léo Soares (bateria).
Criado em 1999, o Bala N’agulha dispara um arsenal lírico, com forte influências do movimentos hip-hop e hardcore. A abordagem de cunho sociopolítico refletem a desigualdade, injustiça e violações de direitos que o povo das periferias sofre diariamente nesse país.

Dia 17/07sexta-feira – 19h30 – Rosane Corrêa
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Rosane Corrêa (voz), Maurício Sahady (guitarra), Augusto Mattoso (baixo), Pedro Strasser (bateria), Glaucus Linx (sax) Heloísa Corrêa e Lia Costa (backing vocals).
Há 13 anos dedica-se ao Blues, Jazz, R&B, fazendo shows pelo Brasil com sua banda formada por grandes músicos do gênero. No repertório canções de Willie Dixon, BB King, Ray Charles, Marvin Gaye e de outros grandes nomes do gênero. Além de Ângela Ro Ro, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, entre outros.

Dia 18/07sábado – 19h30 – Rafael Barros Castro
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O primeiro CD do maestro, compositor, arranjador, pianista e cantor, marca uma trajetória dedicada à música brasileira.
O CD é totalmente autoral e conta com participações ilustres de grandes nomes da MPB: Danilo Caymmi, Elba Ramalho, Rody da Mangueira, Wilson das Neves e Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro.
Rafael passeia com naturalidade pelo samba, samba-canção, xóte, ijexá e apresenta também obras recentes, em parceria com o grande poeta e compositor, Paulo César Pinheiro.

Dia 23/07quinta-feira – 19h30 – Projeto Rock S/A apresenta Mobile Drink
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Mobile Drink é uma banda de rock nacional criada em 2003, composta por Ronan (vocalista ), Bruno Valadão (baterista), Paulo (guitarrista) e Felipe Pinheiro (baixista). Na bagagem shows de abertura: Matanza, Luxúria, Rogério Skylab, Moptop, Gram. Participou dos maiores festivais do Rio de Janeiro: Laboratório Pop, Bde Banda. Fora do Rio: Paraty, Itaperuna, Juíz de Fora.

Dia 24/07sexta-feira – 19h30 – Lu Fogaça & Trio
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
A cantora e seu trio trazem todo ritmo, a gafieira e a energia da moderna música brasileira. Sem desrespeitar a tradição, Lu Fogaça abre espaços para músicas autorais e novos compositores como Márcio de Castro e Rá Nascimento. Ancorada no violão de Jorge Mendes, a percuteria de Cadu Mazzoni e os sopros de Pedro Silva traz a novidade também para obras de compositores renomados como Gonzaguinha, João Bosco e Luiz Melodia. Com experiência no repertório da MPB, em especial do samba carioca, Lú Fogaça dedica toda sua versatilidade e ecletismo para em uma mistura que vai do jazz ao ijexá, formando um mosaico que leva a cara do melhor da nova MPB.

Dia 25/07sábado – 19h30 – Pedro Sá Moraes
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O cantor, guitarrista, violonista e compositor Pedro Sá Moraes iniciou em março uma turnê nacional de lançamento do CD "Além do Princípio do Prazer" (Delíra Música). Masterizado por Joe Laporta (que mixou o CDs de grandes artistas internacionais como Björk, Foo Fighters, Vampire Weekend, entre outros) no estúdio Sterling Sound, o número 1 em master no mundo, o CD traz músicas autorais com arranjos de seu produtor musical Ivo Senra, vencedor da última edição do Prêmio da Música Brasileira na categoria álbum eletrônico.

FESTIVAL O RIO É SAX_________________________
Dia 28/07 – terça-feira – Oficinas
Inscrições gratuitas: oficinas.culturapresente@gmail.com
  • Das 9h às 11h – Oficina com Zé Canuto
Tema: O Sax no Jazz e no Blues
  • Das 16 às 18h – Oficina com Pedro Bittencourt
Tema: O Sax e a Música Contemporânea


Dia 29/07 – quarta-feira – Oficinas e Espetáculo
Inscrições gratuitas: oficinas.culturapresente@gmail.com
  • Das 9h às 11h – Oficina com Marco Túlio.
Tema: O Sax nas Orquestras
  • Das 16 às 18h – Oficina com Marcelo Martins
Tema: O Sax na MPB.


As 19:30 – Quarteto Quartessência
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Formado em 2010 por quatro jovens saxofonistas atuantes no cenário musical carioca, o “Quartessência” é um conjunto de música de câmara que busca divulgar e valorizar o repertório de música instrumental para esta formação. Apesar da forte influência da música brasileira, o quarteto de saxofones “Quartessência” tem como característica a versatilidade, transitando nos mais variados estilos musicais, tais como: choro, maxixe, baião, samba, frevo, tango, salsa e jazz.

Dia 30/07 – quinta-feira – Oficinas e Espetáculo
Inscrições gratuitas: oficinas.culturapresente@gmail.com
  • Das 9h às 11h – Oficina com Mario Sève
Tema: Pixinguinha e Benedito Lacerda – Duetos (Choro)
  • Das 16 às 18h – Oficina com Daniela Spielmann
Tema: O Sax na MPB.

As 19:30 – Apresentação do Quarteto 4x4
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O grupo surgiu em 2013 na Escola de Música da UFRJ onde quatro jovens buscando o seu espaço no cenário musical camerístico, resolveram se unir com intuito de tocar os mais variados estilos musicais como: samba, frevo, jazz, tango, choro e música contemporânea, escritas para quarteto de saxofones.

Dia 31/07sexta-feira – 19h30 – Água de Moringa convida Ruy Alvim, Daniela Spielmann, Mario Sève, Eduardo Neves e Humberto Araújo
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00

O conjunto tem apresentado seu trabalho em diversos lugares do Brasil e exterior (Colômbia, França e Portugal) se permitindo, eventualmente, a realizar tanto shows com sambistas de peso como Wilson Moreira, Dona Ivone Lara e Walter Alfaiate quanto apresentações em bienais de música contemporânea além de apresentar seu vasto repertório. 

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Agenda Semanal


Agenda Semanal Especial - Dia da Música


Programação Centro Municipal de Referência da Música Carioca - JUNHO / 2015

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
(21) 3238-3831
Exposição____________________________________
Elifas Andreato: Contornos da Música Carioca (terça-feira a domingo – 10h as 18h)
GRATUITO
A exposição pretende apresentar o envolvimento integral do artista com a música produzida no Rio de Janeiro, seus principais personagens, cenários e produtos: discos, capas de discos, cartazes, shows. Por meio de representações cenográficas, fotografias, reproduções, peças gráficas e recursos audiovisuais diversos, a mostra objetiva apresentar o processo de criação, as técnicas e histórias de parte significativa da produção do artista gráfico Elifas Andreato, que completou 50 anos de carreira em 2014. Uma série de reproduções consagradas que habitam o imaginário popular.

Clássicos Domingos____________________________
Dia 14/06 – domingo – 11h – Novo Cordão
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Vitor Macedo (clarinete), Yasmin Alves (cavaquinho), Adriano Palma (violão 7 cordas) e Magno Júlio (pandeiro).
O grupo é formado por jovens intérpretes do choro e samba carioca e o seu nome deriva de uma homenagem a um regional de choro do início do século passado que fez inúmeras gravações para a casa Edson no Rio de Janeiro. O quarteto transita entre o repertório de choro de todas as épocas visando a manutenção e o resgate de repertório bem como a difusão do choro contemporâneo.

Dia 28/06 – domingo – 11h – Música de Câmara com a OSRJ (Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Sob a regência do maestro Rafael de Barros de Castro, a Orquestra vem se destacando pela grande qualidade técnica e expressiva de seus componentes. Em seu histórico constam importantes estreias de obras nacionais e internacionais, e também a participação de grandes solistas convidados nas séries de música popular brasileira como: Carlos Malta, Rildo Hora, Guinga e Leila Pinheiro. A OSRJ vem cumprindo um importante papel na divulgação da música de câmara para formações diversas, e vem inspirando compositores brasileiros a composição de novas obras.

Domingo das crianças________________________________
Dia 14/06 – domingo – 16h – Glauter Barros apresenta No Tempo que os Bichos Falavam
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No espetáculo Glauber apresenta seu CD “No tempo em que os bichos falavam”, onde as personagens principais das histórias e músicas são os bichos e se envolvem em várias aventuras e peripécias.

Dia 21/06 – domingo – 16h – Ana Nogueira e Jujuba apresentam Arraiá da Alegria
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No repertório músicas tradicionais e músicas inéditas compostas especialmente sobre a festa Junina, como também são contados causos e curiosidades, sobre seus símbolos, tradições e comidas típicas, o clima descontraído leva o público a se sentir em uma tradicional festa caipira, onde é convidado a brincar e dançar.

Dia 28/06 – domingo – 16h – Elza Maria apresenta  Plantar pra Colher
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Elza é cantora, compositora, violonista e educadora, formada em Musicoterapia pelo Conservatório Brasileiro de Música, em seu novo show Plantar para Colher, a artista apresenta músicas seus 2 Cds Infantis (Semente e Umbigo), que se constituem de músicas autorais e de nosso cancioneiro. A proposta artística é que o público interaja com a cantora, para que juntos realizem a grande roda, onde todos participem como co-autores do espetáculo.
_________________________________________________

Dia 17/06 – quarta-feira – 9h as 11h – Estação Brincadeira / Carro-céu (Gravação – Programa da Rádio MEC)
GRATUITO
Gravação do programa carro-céu com Jujuba e Ana Nogueira. Esta atração faz parte da programação infantil “Estação Brincadeira” todos os sábados na Rádio MEC.

Dia 18/06 – quinta-feira – 19h30 – Tungo
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Jeferson Souza ( flauta), Frederico Cavaliere  (clarinete e clarone), Gaia Petrelli (saxofone alto, soprano e barítono), Bernardo Diniz (cavaco e violão) , João Gabriel Souto (violão), Mayo Pamplona (contrabaixo), Thiago Kobe (bateria e percussão). Formado por sete jovens instrumentistas com diferentes formações e experiências na música instrumental brasileira, o Tungo transita livremente entre o tradicional e o moderno, o antigo e o contemporâneo através de uma intensa pesquisa do gênero choro, além de outros ritmos e gêneros que formam a diversidade da música popular brasileira.

Dia 19/06 – sexta-feira – 19h30 – Henrique Cazes e Marcello Gonçalves em Vamos acabar com o baile
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Henrique Cazes (cavaquinho), multi-instrumentista e autodidata, começou tocando no Conjunto Coisas Nossas e na Camerata Carioca, onde trabalhou em contato direto com o bandolinista Joel Nascimento e o maestro Radamés Gnattali. Marcello Gonçalves (violão de 7 cordas), bacharel em violão pela universidade do Rio de Janeiro (UNI-RIO), estudou com Maria Haro, Nicolas de Souza Barros e Turíbio Santos, além de Marco Pereira e do mestre Dino 7 Cordas. O espetáculo “Vamos acabar com o baile” conta em música a trajetória de Garoto, partindo da infância modesta de vila operária e vivida no ambiente do velho choro paulistano. A medida que o virtuose se desenvolveu, o compositor usou essas ferramentas técnicas. A ida para os Estados Unidos em 1939 com Carmem Miranda marcou Garoto e o que se ouviu depois foi o chorão que se abria ao jazz e à música de concerto.

Dia 20/06 – sábado – 19h30 – Chico Salles
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Nascido em São Francisco do Chabocão, naquela época município de Sousa, na Paraíba, Chico Salles mudou-se para o Rio de Janeiro nos anos 70, trazendo na bagagem as influências musicais que marcaram sua adolescência no Nordeste. Inspirados nos xotes, xaxados e baiões que alegravam as noites do sertão paraibano, nasceram suas primeiras composições, que eram mostradas apenas em reuniões familiares. Ao chegar a cidade, na juventude, ele misturou no mesmo caldeirão as suas raízes e as lições de mestres como Paulinho da Viola, Chico Buarque e Martinho da Vila, que compunham a trilha musical de seus tempos de estudante universitário.

Dia 21/06 – domingo – Dia da Música
GRATUITO
Mais de 100 shows gratuitos no Rio de Janeiro e São Paulo que irão ocupar praças, parques, centros culturais e teatros. No Rio de Janeiro serão dez  palcos com a proposta de evidenciar a cena de música autoral. A  programação foi selecionada por curadores e também pelo público.
O  Palco do Centro Municipal de Referência da Música, na  Tijuca, recebe Eduardo Neves e Rogério Caetano, Beliscando,  Luis Barcelos e Rafael Malmith, com curadoria de Luciana Rabello.

11h - Beliscando
Uma roda de choro entre amigos. Desde 2009 o conjunto anima  as tardes de sábado no centro histórico do Rio   de  Janeiro, apresentando não  só os clássicos,  mas  também choros menos conhecidos do grande público, passando por peças autorais e de compositores contemporâneos do gênero. Desse modo, contribui para a preservação e renovação da nossa música mais genuína.

14h - Rafael Mallmith e Quinteto Varandão
O   violonista   e   arranjador   Rafael   Mallmith   e   o   Quinteto   Varandão   tem   em   Pixinguinha,   Radamés Gnattali,   entre   outros   compositores   e  arranjadores   forte   parâmetro   devido   suas   contribuições   na consolidação do choro como gênero brasileiro por excelência. Contudo, o grupo está atento à riqueza musical de territórios diversos com influencias que vão do tango de Astor Piazzolla ao jazz cigano.

19h - Luis Barcelos
 “E,  no  meio  de  tanta  qualidade e  fundamento,  tem uma  coisa que a  gente   precisa   reconhecer:   poucos   músicos   na   história   do   choro   improvisaram   com   tanta   fluência, beleza,   naturalidade   e   brasilidade   quanto   o   nosso   Luisinho.   É   lindo   ver   como   brota   fácil,  fonte inesgotável de assuntos e argumentos, de seu bandolim, tanta melodia bonita, assim, na hora.” O  “Luisinho” do texto de Carrilho é Luis Barcelos, jovem bandolinista, arranjador e compositor gaúcho  que chegou ao Rio de Janeiro em 2005, aos 18 anos, para, em pouco tempo, ser considerado por
grandes nomes da música uma revelação como instrumentista.

20h - Eduardo Neves e Rogério Caetano
O novo trabalho em Duo de Eduardo Neves e Rogério Caetano chamado Cosmopolita, é o resultado de uma grande amizade e afinidade musical. Com uma sonoridade contemporânea apontando para novos caminhos, fazem juntos uma música alegre, vibrante, camerística e despojada. Juntos exploram de forma natural o campo fértil da MPB interpretando obras autorais e recriando clássicos de Pixinguinha, Copinha, Nelson Cavaquinho e Dominguinhos. É música em mutação que prestigia   o   futuro  e  ultrapassa  fronteiras.  Eduardo Neves,  flautista, saxofonista, arranjador e compositor, é atualmente uma das principais referências na cena musical carioca.
____________________________________________

Dia 25/06 – quinta-feira – 19h30 – Yuval Ben Lior
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Guitarrista e compositor com grande paixão pela música instrumental. Se formou em 1998, na Faculdade de Música M.I.T (G.I.T), em Los Angeles. Já dividiu o palco com grandes nomes da música instrumental brasileira, tal como Chico Chagas, Widor Santiago, Paulinho Trompete, entre outros. 

Dia 26/06 – sexta-feira – 19h30 –  Homenagem aos cem anos do compositor Garoto  
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Há 100 anos, no dia 28 de junho, o Brasil ganhava um de seus mais importantes músicos: o compositor, instrumentista e arranjador: Anibal Augusto Sardinha, o "Garoto". No show "Garoto Centenário". Domingos Teixeira (violão), Lúcia Helena (voz) e Marina Chuva (percussão) prestam um homenagem intimista , apresentando seus clássicos ao lado de saboroso mas pouco conhecido repertório instrumental e de canções, resgatado com apoio do pesquisador Jorge de Mello.  Ouviremos Duas Contas, Amoroso, Gente Humilde, Jorge do Fusa, Lamentos do Morro e muitas surpresas que, temos certeza trarão uma nova luz sobre a importância de Garoto também como compositor de canções.

Dia 27/06 – sábado – 19h30 – Flautistas da Pró-Arte
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Criado em 1989 por iniciativa das professoras Tina Pereira e Claudia Ernest Dias e patrocinado desde 1995 pela Petrobras, este projeto musical começou originalmente com o grupo Flautistas da Pró-Arte, formado na escola de música Seminários de Música da Pró-Arte. Trata-se de um trabalho essencialmente pedagógico: o ensino da música às crianças e adolescentes, através da obra dos grandes compositores da música popular brasileira. Os instrumentos são principalmente de sopro e os alunos aprendem também a cantar, dançar e apresentar-se em público.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Agenda Semanal


Programação Centro Municipal de Referência da Música Carioca - JUNHO / 2015

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
(21) 3238-3831
Exposição____________________________________
Elifas Andreato: Contornos da Música Carioca (terça-feira a domingo – 10h as 18h)
GRATUITO
A exposição pretende apresentar o envolvimento integral do artista com a música produzida no Rio de Janeiro, seus principais personagens, cenários e produtos: discos, capas de discos, cartazes, shows. Por meio de representações cenográficas, fotografias, reproduções, peças gráficas e recursos audiovisuais diversos, a mostra objetiva apresentar o processo de criação, as técnicas e histórias de parte significativa da produção do artista gráfico Elifas Andreato, que completou 50 anos de carreira em 2014. Uma série de reproduções consagradas que habitam o imaginário popular.

Clássicos Domingos____________________________
Dia 7/06 – domingo – 11h – Rodrigo Couras e Álvaro Carriello
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Rodrigo Couras (piano) e Álvaro Carriello (violino)
Rodrigo Couras, bacharel pela UFRJ, estudou na Escola de Música Villa-Lobos entre 1995 e 2001. Álvaro Carriello, bacharel em violino pela Uni-Rio, iniciou seus estudos musicais na Escola de Música Villa-Lobos. Começaram a tocar juntos em 1997, na Escola de Musica Villa-Lobos. Em 2000 se apresentaram na França e desde 2013 realizam recitais interpretando Antonio Santana e Álvaro Carriello.

Dia 14/06 – domingo – 11h – Novo Cordão
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Vitor Macedo (clarinete), Yasmin Alves (cavaquinho), Adriano Palma (violão 7 cordas) e Magno Júlio (pandeiro).
O grupo é formado por jovens intérpretes do choro e samba carioca e o seu nome deriva de uma homenagem a um regional de choro do início do século passado que fez inúmeras gravações para a casa Edson no Rio de Janeiro. O quarteto transita entre o repertório de choro de todas as épocas visando a manutenção e o resgate de repertório bem como a difusão do choro contemporâneo.

Dia 28/06 – domingo – 11h – Música de Câmara com a OSRJ (Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Sob a regência do maestro Rafael de Barros de Castro, a Orquestra vem se destacando pela grande qualidade técnica e expressiva de seus componentes. Em seu histórico constam importantes estreias de obras nacionais e internacionais, e também a participação de grandes solistas convidados nas séries de música popular brasileira como: Carlos Malta, Rildo Hora, Guinga e Leila Pinheiro. A OSRJ vem cumprindo um importante papel na divulgação da música de câmara para formações diversas, e vem inspirando compositores brasileiros a composição de novas obras.

Domingo das crianças________________________________
Dia 7/06 – domingo – 16h – Sidney Mattos, Adriana e Poíko apresentam Elementar – Terra, Fogo, Água e Ar
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O espetáculo trabalha as características essenciais dos quatro elementos básicos da natureza, pesquisando seus efeitos sonoros, criando movimentos melódicos e rítmicos, incentivando representações gráficas e cênicas, estimulando a imaginação, a criatividade e o sonho de cada um.

Dia 14/06 – domingo – 16h – Glauter Barros apresenta No Tempo que os Bichos Falavam
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No espetáculo Glauber apresenta seu CD “No tempo em que os bichos falavam”, onde as personagens principais das histórias e músicas são os bichos e se envolvem em várias aventuras e peripécias.

Dia 21/06 – domingo – 16h – Ana Nogueira e Jujuba apresentam Arraiá da Alegria
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No repertório músicas tradicionais e músicas inéditas compostas especialmente sobre a festa Junina, como também são contados causos e curiosidades, sobre seus símbolos, tradições e comidas típicas, o clima descontraído leva o público a se sentir em uma tradicional festa caipira, onde é convidado a brincar e dançar.

Dia 28/06 – domingo – 16h – Elza Maria apresenta  Plantar pra Colher
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Elza é cantora, compositora, violonista e educadora, formada em Musicoterapia pelo Conservatório Brasileiro de Música, em seu novo show Plantar para Colher, a artista apresenta músicas seus 2 Cds Infantis (Semente e Umbigo), que se constituem de músicas autorais e de nosso cancioneiro. A proposta artística é que o público interaja com a cantora, para que juntos realizem a grande roda, onde todos participem como co-autores do espetáculo.
_________________________________________________

Dia 10/06 – quarta-feira – 9h as 11h – Estação Brincadeira / Carro-céu (Gravação – Programa da Rádio MEC)
GRATUITO
Gravação do programa carro-céu com Jujuba e Ana Nogueira. Esta atração faz parte da programação infantil “Estação Brincadeira” todos os sábados na Rádio MEC.

Dia 11/06 – Quinta-feira – 19h30 - Kiko Continentino
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Kiko Continentino (piano, teclados, composições, escaleta), Lucynha Lima (vocal e percussão), Rogério Dy Castro (baixo, voz) Clauton Sales - bateria, percussão, flugelhorn, vocais, Wendel Silva – percussão, bateria, vocais. Comemorando trinta anos de carreira em 2015, dezoito deles como pianista do grupo de Milton Nascimento, o pianista, arranjador e compositor mineiro Kiko Continentino lidera um quinteto com vocalise, sopro, percussões, baixo, bateria e um set-up de teclados mais abrangente. Com seis discos próprios lançados e mais uma infinidade projetos em andamento com os mais diversos parceiros musicais, Continentino explora temas de alguns dos seus CDs.

Dia 12/06 – sexta-feira – 19h30 – Eduardo Canto
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No Dia dos Namorados, Eduardo Canto e sua voz de barítono aveludada, vai emocionar com clássicos de Benito Di Paula, Lupicinio Rodrigues, Roberto Carlos, Vinicius de Moraes, Jair Amorim e Evaldo Gouveia, com as canções:  Sentimental Demais, Alma Gêmea, Como É Grande o Meu Amor Por Você e Eu Sei Que Vou Te Amar, entre outras.

Dia 13/06 – sábado – 19h30 – Grupo Vocal Ordinarius
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O sexteto vocal ORDINARIUS tem um repertório variado e a voz como instrumento principal. Os arranjos inéditos e exclusivos são do diretor musical Augusto Ordine. O repertório é em alguns momentos executado a cappella (sem a utilização de instrumentos) ou enriquecido com instrumentos como violão, cavaquinho e percussões variadas. Abrange o cancioneiro popular nacional e internacional, desde o pop americano de Stevie Wonder, o rock dos Beatles, até a bossa nova de Johnny Alf, o choro de Ernesto Nazareth e o samba de Gilberto Gil.

Dia 17/06 – quarta-feira – 9h as 11h – Estação Brincadeira / Carro-céu (Gravação – Programa da Rádio MEC)
GRATUITO
Gravação do programa carro-céu com Jujuba e Ana Nogueira. Esta atração faz parte da programação infantil “Estação Brincadeira” todos os sábados na Rádio MEC.

Dia 18/06 – quinta-feira – 19h30 – Tungo
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Jeferson Souza ( flauta), Frederico Cavaliere  (clarinete e clarone), Gaia Petrelli (saxofone alto, soprano e barítono), Bernardo Diniz (cavaco e violão) , João Gabriel Souto (violão), Mayo Pamplona (contrabaixo), Thiago Kobe (bateria e percussão). Formado por sete jovens instrumentistas com diferentes formações e experiências na música instrumental brasileira, o Tungo transita livremente entre o tradicional e o moderno, o antigo e o contemporâneo através de uma intensa pesquisa do gênero choro, além de outros ritmos e gêneros que formam a diversidade da música popular brasileira.

Dia 19/06 – sexta-feira – 19h30 – Henrique Cazes e Marcello Gonçalves em Vamos acabar com o baile
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Henrique Cazes (cavaquinho), multi-instrumentista e autodidata, começou tocando no Conjunto Coisas Nossas e na Camerata Carioca, onde trabalhou em contato direto com o bandolinista Joel Nascimento e o maestro Radamés Gnattali. Marcello Gonçalves (violão de 7 cordas), bacharel em violão pela universidade do Rio de Janeiro (UNI-RIO), estudou com Maria Haro, Nicolas de Souza Barros e Turíbio Santos, além de Marco Pereira e do mestre Dino 7 Cordas. O espetáculo “Vamos acabar com o baile” conta em música a trajetória de Garoto, partindo da infância modesta de vila operária e vivida no ambiente do velho choro paulistano. A medida que o virtuose se desenvolveu, o compositor usou essas ferramentas técnicas. A ida para os Estados Unidos em 1939 com Carmem Miranda marcou Garoto e o que se ouviu depois foi o chorão que se abria ao jazz e à música de concerto.

Dia 20/06 – sábado – 19h30 – Chico Salles
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Nascido em São Francisco do Chabocão, naquela época município de Sousa, na Paraíba, Chico Salles mudou-se para o Rio de Janeiro nos anos 70, trazendo na bagagem as influências musicais que marcaram sua adolescência no Nordeste. Inspirados nos xotes, xaxados e baiões que alegravam as noites do sertão paraibano, nasceram suas primeiras composições, que eram mostradas apenas em reuniões familiares. Ao chegar a cidade, na juventude, ele misturou no mesmo caldeirão as suas raízes e as lições de mestres como Paulinho da Viola, Chico Buarque e Martinho da Vila, que compunham a trilha musical de seus tempos de estudante universitário.

Dia 21/06 – domingo – Dia da Música
GRATUITO
Mais de 100 shows gratuitos no Rio de Janeiro e São Paulo que irão ocupar praças, parques, centros culturais e teatros. No Rio de Janeiro serão dez  palcos com a proposta de evidenciar a cena de música autoral. A  programação foi selecionada por curadores e também pelo público.
O  Palco do Centro Municipal de Referência da Música, na  Tijuca, recebe Eduardo Neves e Rogério Caetano, Beliscando,  Luis Barcelos e Rafael Malmith, com curadoria de Luciana Rabello.

11h - Beliscando
Uma roda de choro entre amigos. Desde 2009 o conjunto anima  as tardes de sábado no centro histórico do Rio   de  Janeiro, apresentando não  só os clássicos,  mas  também choros menos conhecidos do grande público, passando por peças autorais e de compositores contemporâneos do gênero. Desse modo, contribui para a preservação e renovação da nossa música mais genuína.

14h - Rafael Mallmith e Quinteto Varandão
O   violonista   e   arranjador   Rafael   Mallmith   e   o   Quinteto   Varandão   tem   em   Pixinguinha,   Radamés Gnattali,   entre   outros   compositores   e  arranjadores   forte   parâmetro   devido   suas   contribuições   na consolidação do choro como gênero brasileiro por excelência. Contudo, o grupo está atento à riqueza musical de territórios diversos com influencias que vão do tango de Astor Piazzolla ao jazz cigano.

19h - Luis Barcelos
 “E,  no  meio  de  tanta  qualidade e  fundamento,  tem uma  coisa que a  gente   precisa   reconhecer:   poucos   músicos   na   história   do   choro   improvisaram   com   tanta   fluência, beleza,   naturalidade   e   brasilidade   quanto   o   nosso   Luisinho.   É   lindo   ver   como   brota   fácil,  fonte inesgotável de assuntos e argumentos, de seu bandolim, tanta melodia bonita, assim, na hora.” O  “Luisinho” do texto de Carrilho é Luis Barcelos, jovem bandolinista, arranjador e compositor gaúcho  que chegou ao Rio de Janeiro em 2005, aos 18 anos, para, em pouco tempo, ser considerado por
grandes nomes da música uma revelação como instrumentista.

20h - Eduardo Neves e Rogério Caetano
O novo trabalho em Duo de Eduardo Neves e Rogério Caetano chamado Cosmopolita, é o resultado de uma grande amizade e afinidade musical. Com uma sonoridade contemporânea apontando para novos caminhos, fazem juntos uma música alegre, vibrante, camerística e despojada. Juntos exploram de forma natural o campo fértil da MPB interpretando obras autorais e recriando clássicos de Pixinguinha, Copinha, Nelson Cavaquinho e Dominguinhos. É música em mutação que prestigia   o   futuro  e  ultrapassa  fronteiras.  Eduardo Neves,  flautista, saxofonista, arranjador e compositor, é atualmente uma das principais referências na cena musical carioca.
____________________________________________

Dia 25/06 – quinta-feira – 19h30 – Yuval Ben Lior
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Guitarrista e compositor com grande paixão pela música instrumental. Se formou em 1998, na Faculdade de Música M.I.T (G.I.T), em Los Angeles. Já dividiu o palco com grandes nomes da música instrumental brasileira, tal como Chico Chagas, Widor Santiago, Paulinho Trompete, entre outros. 

Dia 26/06 – sexta-feira – 19h30 –  Homenagem aos cem anos do compositor Garoto  
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Há 100 anos, no dia 28 de junho, o Brasil ganhava um de seus mais importantes músicos: o compositor, instrumentista e arranjador: Anibal Augusto Sardinha, o "Garoto". No show "Garoto Centenário". Domingos Teixeira (violão), Lúcia Helena (voz) e Marina Chuva (percussão) prestam um homenagem intimista , apresentando seus clássicos ao lado de saboroso mas pouco conhecido repertório instrumental e de canções, resgatado com apoio do pesquisador Jorge de Mello.  Ouviremos Duas Contas, Amoroso, Gente Humilde, Jorge do Fusa, Lamentos do Morro e muitas surpresas que, temos certeza trarão uma nova luz sobre a importância de Garoto também como compositor de canções.

Dia 27/06 – sábado – 19h30 – Flautistas da Pró-Arte
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Criado em 1989 por iniciativa das professoras Tina Pereira e Claudia Ernest Dias e patrocinado desde 1995 pela Petrobras, este projeto musical começou originalmente com o grupo Flautistas da Pró-Arte, formado na escola de música Seminários de Música da Pró-Arte. Trata-se de um trabalho essencialmente pedagógico: o ensino da música às crianças e adolescentes, através da obra dos grandes compositores da música popular brasileira. Os instrumentos são principalmente de sopro e os alunos aprendem também a cantar, dançar e apresentar-se em público.